Blog

Como criar uma estratégia dinâmica de investimento constante

By 14 de fevereiro de 2018 No Comments

Muitos investem uma única vez, alguns começam e param, mas quem chega lá realmente são aqueles que conseguem implementar uma estratégia de investimentos constantes.

Você já deve ter se deparado com a necessidade de seguir uma determinada rotina até que ela se transforme em um hábito.

Lá em casa éramos em 3 irmãos. Impossível tentar mensurar por quanto tempo minha mãe tinha que repetir todos os dias para que fôssemos tomar banho. Até que um dia, isso deixou de ser necessário. Simplesmente, virou um hábito para cada um de nós.

Quando falamos de investimentos e em construir um patrimônio, logo queremos saber qual seria o melhor investimento, algo que capaz de nos fazer chegar lá em uma única tacada e, de preferência, o mais rápido possível.

Você já deve ter dado conta que as suas chances são remotas de que tudo aconteça dessa forma. Por mais que eu esteja aqui na torcida para que isso se torne uma realidade.

Por outro lado, você pode implementar uma estratégia dinâmica de investimento constante. Isso nada mais é do que a criação de uma estratégia capaz de fazê-lo investir todos os meses, não somente quando dá ou quando sobra.

Essa estratégia é basicamente composta por dois outros mecanismos bem conhecidos por aí:

Percentual crescente da renda

Para alguns de nós, acrescentar um valor de investimento no orçamento parece algo impossível. A minha sugestão é que comece com um pequeno percentual da renda e vá subindo esse percentual gradualmente até que se incorpore um valor significativo de investimento mensal. Segue o modelo:

        • Primeiros 3 meses, invista 3% da sua renda
        • Do 4 ao 12 mês, coloque 1 ponto percentual adicional a cada mês.

Com isso, você chegará ao final de 12 meses com um investimento mensal de 12% da sua renda. Não é o ideal, mas é um bom número.

Você pode estar ser perguntando: Por que não começar a investir os 12% agora mesmo? Se isso cabe no seu orçamento hoje, ótimo. Caso contrário, uma mordida deste tamanho no seu orçamento pode provocar alguns estragos e até deixar a sua conta negativa. Fazer isso gradualmente irá te ajudar a dimensionar seus gastos de forma que isso se encaixe nas suas contas.

Piloto automático

Sugiro não confiar na sua disposição de todos os meses entrar na sua conta bancária, transferir um valor para a sua conta de investimentos e ali escolher onde investirá o dinheiro. Portanto, coloque isso no piloto automático. O que queremos nesse primeiro instante é apenas criar o hábito e encaixar o valor do investimento no seu orçamento. Esqueça por hora ficar procurando o melhor investimento do mundo. Deixe programado o investimento mensal no tesouro selic, até que forme uma reserva. Alguns bancos permitem que você faça essa programação automática.

Os números na prática:

Imagine uma pessoa com R$ 10.000,00 de renda mensal

Renda mensal R$ 10.000,00

  • Mês 1 a 3: Investimento mensal de R$ 300,00

Total investido nos 3 primeiro meses: R$ 900,00

  • Mês 4: adicionamos 1% de investimento. Seriam 4% da renda investidos ou R$ 400,00
  • Mês 5: adicionamos 1% de investimento. Seriam 5% da renda investidos ou R$ 500,00
  • Mês 6: adicionamos 1% de investimento. Seriam 6% da renda investidos ou R$ 600,00
  • Mês 7: adicionamos 1% de investimento. Seriam 7% da renda investidos ou R$ 700,00
  • Mês 8: adicionamos 1% de investimento. Seriam 8% da renda investidos ou R$ 800,00
  • Mês 9: adicionamos 1% de investimento. Seriam 9% da renda investidos ou R$ 900,00
  • Mês 10: adicionamos 1% de investimento. Seriam 10% da renda investidos ou R$ 1.000,00
  • Mês 11: adicionamos 1% de investimento. Seriam 11% da renda investidos ou R$ 1.100,00
  • Mês 12: adicionamos 1% de investimento. Seriam 12% da renda investidos ou R$ 1.200,00

Total investido nos meses 4 a 12: R$ 7.200,00

Total investido nos 12 meses: R$ 8.100,00

Muito longe ainda de ficar milionário, mas você precisar começar a construir seu patrimônio de alguma forma. Começar a formar a sua reserva de liquidez seria o primeiro passo.

Próximos passos:

  • Verifique sua renda mensal líquida
  • Aplique o percentual conforme a estratégia
  • Programe os investimentos no seu banco ou corretora

Note que não colocamos o efeito dos juros. Falaremos mais detalhadamente sobre eles em outro post.

Boas aplicações!